Wednesday, November 15, 2006

Sussu – Preto Velho - 1968


Sussu – Preto VelhoLP – (Okeh – CBS – 1968) – 1. Preto Velho; 2. Frumulunga; 3.Ferimã; 4.Rainha da Pontaria; 5. O Vento; 6.Japiaçu; 7.Sarandamba; 8. Ubirajara; 9. Mamãe Garuanda; 10. Seu Orirê; 11. Maria Conga; 12. Acorda Tranca-Rua;
Disco raro. Sussu foi um dos pioneiros a fazerem sucesso radiofônico com música influenciada pela mística umbandista. Influenciou cantores posteriores, como Élcio de Oxalá e outros bambas do estilo. Foi um contemporâneo tardio de J.B. de Carvalho, com o qual tinha boas relações. Seu templo ainda existe em Olinda - RJ. Este disco – como a maioria dos discos da época – é muito bem produzido, com músicos excelentes: a bandinha tem atabaques, pandeiro, berimbau, violões, um coral maravilhoso e é um disco importante para qualquer pesquisador e amante da música brasileira.
Obrigado ao irmão Edson pelas informações que obtivemos para atualizarmos esta postagem!

Para ouvir a faixa 5, "O vento", clique abaixo:

10 comments:

Anonymous said...

esse e o maior baba oke q eu conheço.
o melhor.

Anonymous said...

eu bruno ricardo nunca conheci nenhu maior do q ele so deus.com a melhor voz da epoca.

Obashanan said...

Você se refere ao cantor ou ao sacerdote, Bruno? Conheceu ele pessoalmente???

Edson said...

Uruçu Silva do amaral(Sussu), foi o maior bangolê brasileiro, sua casa de santo citua-se até hoje em Olinda- RJ e não tem nada a ver com nordeste, Olinda referida em seu LP é um municipio do Rio de Janeiro, não era responsável por nada de JB de carvalho, era sim seu contemporâneo.
Como disse Bruno seu bisneto, ele foi e ainda é um icone na nossa cultura.

Yan Kaô said...

Olá, Edson, muito obrigado pelas informações. é disso que precisamos, pois a nossa história está se perdendo e informações de gente que viveu, como você, é absolutamente necessária.

As informações que coloquei no blogue me foram passadas pelas próprias pessoas da gravadora, que trabalhou lá. Mas quem iria imaginar que a Olinda que está no disco é no Rio e não no nordeste? Digo isso porque muitos dos pontos são tocados em ritmo de baião e nos faz induzir deduções a esse respeito. Quanto aos discos, nós já temos os que você relatou. Mas se tiver mais algum material, tais como fotos, gravações (pode ser em fita cassete) ou vídeos, teremos o maior prazer em recuperar e fazermos uma matéria especial sobre o o Sussu. E o Cicica, ainda está vivo? E o terreiro, ainda existe?

Era umbanda Omolocô, mística... qual era a escola de Sussu?

Obrigado por tudo Edson. aguardamos contato!

Um abraço!

Obashanan

Anonymous said...

O que é bangolê?

Anonymous said...

Parabéns ficou muito lindo!!!!!

Anonymous said...

Quem formava o coral eram nada mais nada menos que As Gatas!

Anonymous said...

Vou lhe enviar o Rei do Congo entre en contato edsoncruz09@gmail.com

Edson said...

Neste LP tem uma faixa chamada "Rainha da Pontaria" que recentemente foi gravada pela cantora Rita Ribeiro!!! e isso sem permissão dos detentores dos direitos autorais de Uruçu Silva do Amaral o saudoso Sussú, é incrìvel o descaso, gaças a esse trabalho maravilhoso de vcs posso comprovar várias autorias perdidas no tempo e pelo descaso!!!! abraço Edson Cruz o Mukogo.